Lista | 6 filmes para marcar o dia nacional da visibilidade lésbica

No dia 29 de agosto é celebrado o dia da visibilidade lésbica e nós sabemos o quanto o L da sigla sofre com a invisibilização, inclusive, dentro das linguagens artísticas, principalmente a cinematográfica, atualmente a mais celebrada e difundida. Dados recentes demonstram que o número de lésbicas representadas no cinema vem caindo nos últimos anos, mesmo que a temática esteja em voga.

Pensando nisso, separamos alguns títulos com o tema ou com personagens lésbicas, para você colocar na sua lista de filmes para assistir (ou assistir de novo). Confira abaixo:

Flores Raras (2013)

Imagem divulgação – Flores Raras

Elizabeth Bishop é uma poetisa insegura que viaja para o Rio de Janeiro em busca de inspiração e motivação. Hospedada na casa de uma amiga, ela conhece a arquiteta Lota de Macedo Soares. A princípio, elas não gostam uma da outra, mas as diferenças acabam se tornado um romance.

Direção: Bruno Barreto

Carol (2015)

Imagem divulgação – Carol

Uma jovem com um emprego entediante, conhece uma elegante e misteriosa cliente. A relação rapidamente deixa de ser somente entre atendente e cliente e as duas desenvolvem um poderoso vínculo amoroso.

Direção: Todd Haynes

Pariah (2011)

Imagem divulgação – Pariah

O filme conta o drama de uma adolescente, que vive o dilema de expressar sua sexualidade abertamente ou viver de acordo com os planos que seus pais têm para ela.

Direção: Dee Rees

Desobediência (2017)

Imagem divulgação – Desobediência

Uma mulher precisa voltar para sua cidade natal após a morte de seu pai, um rabino. Uma vez de volta, ela reencontra uma paixão proibida pela melhor amiga de infância, atualmente casada com seu primo.

Direção: Sebastian Lélio

Cidade dos Sonhos (2001)

Imagem divulgação – Cidade dos Sonhos

Uma jovem atriz viaja para Hollywood e se vê emaranhada numa intriga secreta com uma mulher que escapou por pouco de ser assassinada, e que agora se encontra com amnésia devido a um acidente de carro.

Direção: David Lynch

Monster – Desejo Assassino (2003)

Imagem divulgação – Monster

Uma mulher marcada por abuso sexual e uso de drogas, passa a se prostituir para a sobreviver. Quando se apaixona por uma jovem, decide mudar de vida, mas a ausência de oportunidades a forçam a continuar na prostituição. Uma noite, ela é agredida e acaba matando um homem, o que dá início a uma jornada que a levou a ser conhecida como a primeira serial killer mulher dos Estados Unidos.

Direção: Patty Jenkins