Os Antifascistas | Um documentário para entender o fascismo e conhecer o antifascismo, assista:

“A autodefesa é antifascismo”, diz uma das entrevistadas que foi brutalmente atacada por nazistas em uma manifestação em 2014.

No filme sueco, Os Antifascistas (The Antifascists), somos convidados a pensar o movimento e refletir sobre como atuar no século 21, onde uma onda fascista emerge nos quatro cantos do globo.

É hora de repensar a imagem criada do antifascismo como mera violência e este filme dá esse passo importante. É claro que a violência é discutida no filme, mas principalmente a violência policial e dos grupos fascistas e nazistas. Boa parte do filme é dedicada à discussão da brutalidade policial e da ligação entre a polícia e as forças fascistas.

A violência antifascista é somente uma resposta a um sistema que  usa a violência para manter uma ordem de opressão vigente, que beneficia um pequeno grupo em detrimento de diversas populações. O antifascismo usa a arma do opressor contra ele mesmo, porque essa é a única linguagem que ele entende.

Com o pano de fundo da normalização crescente das ideias fascistas e o crescimento do fascismo nas ruas e na política partidária por todo o mundo, o documentário mostra que o antifascismo também está em um ponto de mudança. O antifascismo precisa e está evoluindo para absorver as diferenças, para continuar a lutar pela liberdade e igualdade.

O filme dá muitos exemplos e táticas, como uma inspiração de como continuar. Baseado em três pilares do antifascismo, a produção não é somente um documentário, mas pode facilmente ser um guia. Os pilares são:

– Desconstruir os slogans e mitos fascistas;

– Não permitir que fascistas tomem as ruas;

– Não permitir fascistas em instituições, sejam elas governamentais, esportivas, culturais ou o que quer que seja.

Em resumo: não há espaços para fascistas.

Desafiar, confrontar e enfrentar a violência fascista e racista, seja com os punhos levantados ou nas redes, nas reuniões de família, em qualquer ambiente é anti-fascismo. Abrir mais espaço para aqueles que são afetados pelas injustiças da polícia, dos fascistas, nazistas e opressores fortalece o movimento. Posicione-se! Rebele-se!

Assista ao documentário completo legendado abaixo (ative as legendas no YouTube), o filme também está disponível no Libreflix.

 

 

Sinopse:

Uma guerra baixa e intensa está sendo travada nas ruas da Europa e o objetivo é o fascismo. Este documentário nos leva para trás das máscaras dos grupos militantes chamados antifascistas. Neste retrato dos antifascistas na Grécia e na Suécia, encontramos figuras-chave que explicam sua visão sobre sua política e militância.