Rede de cinemas cria iniciativa para aumentar a distribuição de filmes nacionais

Com objetivo de tornar mais visíveis as produções cinematográficas nacionais, a rede de cinemas Cinemark, a partir do dia 3 de maio, fará o esforço mínimo de ter sessões fixas diárias com obras brasileiras.

De segunda à sexta, às 19 horas, o chamado Projeta às 7 exibirá produções nacionais de ficção e documentais. No primeiro ano, o projeto pretende exibir catorze títulos inéditos nos cinemas. Os ingressos custarão doze reais.

A iniciativa acontecerá em vinte diferentes cinemas divididos em dezenove cidades, são eles: São Paulo (Shoppings Eldorado e Santa Cruz), Rio de Janeiro (Downtown),Aracaju (Shopping Jardins), Belo Horizonte (Pátio Savassi), Brasília (Pier 21), Campinas (Iguatemi), Campo Grande (Shopping Campo Grande), Cuiabá(Shopping Goiabeiras), Curitiba (Shopping Miller), Goiânia (Shopping Flamboyant), Londrina (Boulevard Londrina), Natal (Midway Mall), Porto Alegre (Barra Sul), Recife (Riomar), Ribeirão Preto (Novo Shopping), Salvador (Salvador Shopping), Santos (Praiamar), São José dos Campos (Colinas) e Vitória (Shopping Vitória).

A curadoria, que será realizada pela Elo Company, irá priorizar as obras que ganham pouco espaço dentro do circuito comercial, tendo em vista que a distribuição é um dos principais problemas enfrentados pelas produções nacionais.

Querida Mamãe, de Jeremias Moreira Filho e Dani Carneiro, será o primeiro filme a ser exibido pela rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.