Orgulho LGBTQ | Q de Queer: Judith Butler – o seu comportamento cria o seu gênero

Começamos o mês do orgulho LGBTQ explicando o que significa o Q dentro da sigla, responsável por confundir a cabeça de muitas pessoas.

Queer, no sentido original da palavra inglesa, significa “estranho”. Nos anos 20 foi incorporada ao vocabulário como uma gíria para se referir à homossexuais, seria o equivalente ao termo “bicha”, utilizado no português.

O Q de queer, dentro da sigla LGBTQ, abrange o corpo estranho, indesejável aos padrões heteronormativos.

A sapatão caminhoneira, a bicha afeminada são termos pejorativos utilizados pela sociedade para definir pessoas que estão dentro do guarda-chuva queer. São os corpos que não se encaixam nas caixas pré-estabelecidas do que é ser um homem e do que é ser uma mulher.

No vídeo, Judith Butler, teórica feminista, discute rapidamente a performance de gênero e como ela afeta os nossos papéis e ações na sociedade. Assista, informe-se e compartilhe conhecimento!

 

Siga a gente no Instagram, esse conteúdo está lá também.