Lista | 11 álbuns lançados em junho que você precisa ouvir

O mês de junho foi de um clima bastante frio, mas no mundo da música a temperatura esquentou bastante. Trocadilhos a parte, foram vários grandes nomes trazendo novos álbuns, além dos vários retornos de quem há muito tempo não dava as caras. E, como sempre, a gente separou aquela lista lindíssima com os principais lançamentos do mês e você pode escutar tudo aqui mesmo. Então, desce a lista e aperta o play!

Florence + The Machine – High as Hope

A banda retorna com o seu quarto álbum de estúdio e toda qualidade que todos já conhecemos. High as Hope foi inteiramente idealizado por Florence Welch e, talvez por isso, seja o álbum mais mágico e expressivo até aqui.

Gorillaz – The Now Now

The Now Now chega um ano após o último lançamento da banda, mas traz algo que o Gorillaz não mostra já há algum tempo. Aqui, a essência da banda ressurge em um álbum feito para os fãs.

Christina Aguilera – Liberation

Seis anos depois do lançamento de seu último álbum, Christina Aguilera ressurge com um álbum embasado no mainstream, com uma fórmula pronta para tentar emplacar o sucesso e esquecer o retrospecto de seu último disco.

Drake – Scorpions

Drake está de volta com um álbum de nada mais, nada menos do que uma hora e meia, que se divide entre o hip-hop e o R&B.

Lily Allen – No Shame

No Shame traz Lily Allen de volta ao mundo da música depois de muitos anos enfrentando problemas pessoais. O título do álbum é mais do que sugestivo.

Lykke Li – So Sad So Sexy

Lykke Li também está de volta e agora tocando algo mais pop, ainda influenciado pela música alternativa.

Kanye West – Ye

Com apenas sete faixas, Kanye West lançou o seu novo álbum. Temas recorrentes como família e suas próprias polêmicas estão presentes.

Pete Yorn & Scarlett Johansson – Apart EP

Scarlett Johansson e Pete Yorn se reuniram após nove anos e lançaram o EP Apart. São quatro novas faixas e um remix da faixa Tomorrow.

Panic! At The Disco – Pray For The Wicked

Cada vez mais pop, o Panic! At The Disco persiste e ao menos mantém o carisma e a identidade Brendon Urie.

Nine Inch Nails – Bad Witch

Bad Witch encerra a trilogia iniciada pelo Nine Inch Nails, em 2016, com o EP Not The Actual Events. O álbum, apesar de ser bastante diferente dos anteriores, é marcado por uma grande influência do cenário pop.

The Carters (Beyoncé & JAY-Z) – Everything Is Love

Neste álbum, Beyoncé e JAY-Z levantam polêmicas em que estiveram envolvidos recentemente e trabalham um disco que os une. O álbum é excelente para quem curte ambos os trabalhos.