Lista | 5 Livros para conhecer mais sobre a obra de Agatha Christie

Agatha Christie, a rainha do crime, nesse ano completa cem anos de escritora e essa é uma data a ser celebrada por todos nós. Com diversas publicações, edições, livros, séries, jogos e inúmeras adaptações de suas obras Agatha Christie conquistou e conquista a mente de milhões de leitores até hoje.

Pensando nisso, separamos cinco livros da autora para você ter um overdose de histórias incrivelmente pensadas para te envolver em fantásticas teias até que o criminoso seja revelado.

Prepare o seu/sua detetive interior e comece as investigações:

O ASSASSINATO DE ROGER ACKROYD (1926)

Publicado em 1926, o primeiro grande sucesso da autora traz o assassinato de um milionário, Roger Ackroyd, que foi esfaqueado com uma adaga de sua própria coleção. Mas essa não é uma morte isolada, na verdade, é a terceira de uma misteriosa sequência de crimes, iniciada com a de Ashley Ferrars, que pode ter sido causada ou por uma ingestão acidental de soníferos ou envenenamento feito por sua esposa que, por sinal, completa a sequência de mortes, num provável suicídio. Neste cenário, Hercule Poirot deverá desvendar o que está por trás de todas essas mortes.

E NÃO SOBROU NENHUM (1939)

Dez pessoas desconhecidas umas das outras são convidadas para passar um período em uma ilha deserta. O convite foi enviado por um milionário o qual eles desconhecem. A partir daí, eles começam a enfrentar os julgamentos uns dos outros que surgem automaticamente quando o anfitrião não aparece. Para piorar a situação, mortes misteriosas se iniciam.

OS CINCO PORQUINHOS (1942)

Neste caso, Hercule Poirot enfrentará um dos casos mais complicados de sua vida. Procurado por uma jovem, ele é contratado para investigar um terrível crime que aconteceu dezesseis anos antes: uma mulher foi condenada pelo assassinato de seu marido, mas antes de morrer enviou uma carta à jovem afirmando a sua inocência.  Tantos anos depois, Poirot não possui qualquer evidência para ser analisada, ele só contará com a sua capacidade de entender as personalidades dos envolvidos.

OS ELEFANTES NÃO ESQUECEM (1972)

“Foi a mãe dela que matou o pai ou foi o pai que matou a mãe?”. Um caso nunca esclarecido desperta a curiosidade de uma mulher que contata Hercule Poirot para resolver o caso. Para conseguir, ele deverá entrar na cabeça das pessoas e remexer as memórias para, finalmente, montar esse quebra-cabeça.

A CASA DO PENHASCO (1940)

Hercule Poirot nunca foi bem sucedido ao tirar as suas férias, algum crime sempre o trazia de volta à ativa, o mesmo acontece com a sua aposentadoria. Em meio a tranquilidade de um litoral, uma jovem surge dizendo ter escapado da morte diversas vezes nos últimos dias. Isso basta para o detetive abandonar a calmaria e investigar o que está por trás dessa história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.