Lista | 6 filmes de terror para você que quer se isolar no carnaval

Você é aquela pessoa que realmente não curte o carnaval e não quer ser contagiado pela alegria que essa festa carrega? Então, essa seleção de filmes é para você.

Mas antes, é importante saber que o carnaval foi criado na Europa, no século XI, com o objetivo de deixar as pessoas livres para fazer o que quisessem, um período onde todos pudessem exorcizar seus demônios e realizar qualquer feito antes da quaresma, depois disso, tudo voltaria ao normal. Uma coisa meio a sequência de filmes The Purge.  

Pensando nessa ideia mais original do carnaval, trazemos aqui uma lista com sete filmes nacionais de terror para você curtir o carnaval longe da folia, mas sem deixar de aproveitar esse período de descanso. Confira a lista abaixo:

Ninfas Diabólicas (John Doo, 1978)

Duas jovens estudantes seduzem um homem de meia idade utilizando artifícios sexuais e sobrenaturais, ao aproveitarem da carona recebida no meio de uma estrada intermunicipal, acarretando consequências diabolicamente fatais.

Shock: Diversão Diabólica (Jair Correia, 1984)

Após uma festa com show de rock numa casa de campo, jovens são atacados e eliminados um a um por um psicopata desconhecido. Acuados num quarto, em meio a suspeitas e pânico, os sobreviventes aguardam o amanhecer, sem conhecer os motivos nem a identidade do matador.

As Sete Vampiras (Ivan Cardoso, 1986)

As Sete Vampiras (1986)

Rio de Janeiro, meados do século XX. Um botânico é atacado por uma planta carnívora, vinda da África. Sua amada esposa, ao tentar salvá-lo é mordida pela planta e transformada em uma espécie de vampiro. Após o acontecido Silvia é convidada por um amigo, para se mudar para Petrópolis, para ajudá-lo a administrar uma casa noturna que está próxima da falência e elabora um show chamado “As Sete Vampiras”, que é um misto de terror e erotismo. O show se torna um sucesso, a clientela aumenta na boate e, paralelamente, várias mortes começam a acontecer.

A Noite do Chupacabras (Rodrigo Aragão, 2011)

A Noite do Chupacabras (2011)

Um jovem casal retorna para  à sua terra de origem, no interior do Espírito Santo, numa jornada por entre florestas e montanhas repletas de mistérios, lendas e belezas naturais. Douglas reencontra os parentes transtornados pela morte misteriosa de todos os animais da fazenda e os velhos conflitos que desde o passado atormentam duas famílias rivais. Entre brigas, perseguições, caçadas e muitos tiros, a mítica figura do Chupacabras apresenta pela primeira vez sua face assassina.

Nervo Craniano Zero (Paulo Biscaia Filho, 2012)

A escritora de sucesso Bruna Bloch põe em prática um plano inescrupuloso para evitar que tenha uma crise criativa e saia da lista de autores mais vendidos: adquirir um chip indutor de descargas de dopamina que, quando implantado no cérebro humano, gera surtos de inspirações. Para isso, ela contrata os serviços do criador desta invenção, Dr. Bartholomeu Bava, que perdeu sua licença médica após um acidente nas pesquisas para criação do chip. Mas Bruna não quer implantá-lo em si mesma, e sim em uma cobaia humana, a simplória garota Cristi.

Isolados (Tomas Portella, 2014)

Isolados (2014)

Lauro é psiquiatra. Renata, sua namorada, uma insegura escritora de contos de banca de jornal. Com o relacionamento abalado, decidem alugar uma casa na serra para descansar. Ele ouve sobre ataques violentos que vem acontecendo na área, mas esconde o assunto dela, que se impressiona facilmente. Porém, quando o perigo ronda a casa e eles estão isolados, a situação se torna insustentável e inicia-se uma trama repleta de suspense.