Pussy Riot | Banda lança clipe contra o abuso policial e faz reivindicações ao governo russo

O grupo Pussy Riot ganhou notoriedade internacional durante a final da Copa do Mundo, quando em protesto contra a polícia russa, quatro pessoas invadiram o campo. Após o ocorrido, a grupo a assumiu a responsabilidade pelo ato. Para além da banda punk, o Pussy Riot tornou-se com o tempo um movimento político social, que luta pelas causas feministas e também contra a violência policial.

Agora, após o ato realizado durante a Copa do Mundo, a banda acaba de lançar a música Track About Good Cop, em uma crítica justamente ao comportamento abusivo das autoridades policiais. Veja o clipe abaixo:

 

A postagem oficial do vídeo no YouTube traz uma lista de reivindicações feita pelo Pussy Riot, traduzidos livremente abaixo:

  1. Libertar os membros do Pussy Riot Olga Pahtusova, Olga Kuracheva, Nika Nikulshina e Peter Verzilov, que estão presos por 15 dias por sua ação durante a Copa do Mundo;
  2. Libertar Oleg Sentsov  (cineasta ucraniano preso na Rússia) e outros presos políticos;
  3. Não prender pessoas por curtidas e reportagens;
  4. Parar com prisões em massa em comícios políticos;
  5. Parar de foder com Navalny (político contrário a Putin);
  6. Parar de prender tantas pessoas dentro do artigo 228º do código criminal (crimes com drogas);
  7. Cancelar o artigo 282º do Código Penal russo, um artigo extremista e um dos principais do código penal russo;
  8. Liberdade de expressão e de discurso na Rússia
  9. Dar um canal de televisão federal para a mídia ativista MediaZona.