Marielle Franco ganha homenagem em animação de conto africano sobre união

Marielle Franco está imortalizada na luta do movimento negro e, principalmente, do feminismo negro. Agora, está também imortalizada na série documental Sankofa – A África que Te Habita, no conto africano A Lenda do Tambor.

A série reflete sobre as sequelas da opressão colonial, dentre as quais o racismo sofrido por afrodescendentes, e também reverencia a decorrente herança multicultural dos povos escravizados nas Américas e na Europa.

Narrada pela atriz Zezé Motta, a lenda do conto diz que um grupo de macacos sonhava em ir à lua. Um dia, um deles teve a ideia de que eles deveriam subir em cima uns dos outros e trazer a lua para a Terra.

Marielle está como um personagem desta história, para quem o macaquinho entrega o tambor. Ela é aquela que leva o som ou a voz, para quem precisa escutar.

Eduardo Santos, artista que idealizou a homenagem, contou, “o principal foco a se perceber é o valor que o grupo dá ao trabalho coletivo para alcançar um objetivo. O líder adquire uma nova forma de comunicação, o som do tambor, e a compartilha para benefício da comunidade. Mesmo após a partida do macaquinho, aquele conhecimento se alastra, tornando-se um marco para muitos. O legado da Marielle na luta por direitos sociais é o que se observa nessa metáfora”.

Sankofa – A África que Te Habita é exibida pelo canal por assinatura Prime Box Brazil.